Mezuzá

Mezuzá (do hebraico מזוזה “umbral”) é o nome de um mandamento da Torá que ordena que seja afixado no umbral das portas um pequeno rolo de pergaminho (klaf) que contém as duas passagens da Torá que ordenam este mandamento.

Um sofer (escrivão) escreve dois parágrafos da Torá neste pergaminho,que pode ser feito de qualquer espécie de animal kasher (animal que não tem o casco fendido): o Devarim 6:4-9 e 11:13-21 “Shemá Israel” e Vehaya”.

Só uma mezuzá “kasher” (pura) protege e santifica uma casa, cumprindo as palavras do salmo, “D’us irá guardar suas idas e vindas de agora para todos os tempos” Salmo 121,8. Este é o porquê, quando compramos um pergaminho para nós mesmos ou para presentear alguém, somos obrigados a nos certificar que a reza foi escrita a mão e não contém erros.
Cada mezuzá deve ser examinada por um escrivão qualificado, pelo menos duas vezes a cada sete anos, pois com o passar do anos e as condições climáticas, podem causar rachaduras na tinta ou apagar alguma letra, o que invalidaria a mezuzá.